É o fim das pequenas empresas na internet?

Antes de se assustar com esta afirmação, calma, o Google não quer prejudicar as pequenas empresas; o objetivo é favorecer aqueles que apresentam o melhor site para os usuários de hoje, já que a maior parte das buscas são feitas a partir de celulares e smartphones.

O dia 21 de Abril não foi apenas um feriado no Brasil, foi também o dia em que o Google fez uma alteração em sua forma que apresenta os resultados de busca. Agora, quando uma pessoa utiliza o Google para procurar uma empresa, produto ou serviço, o resultado será mostrado de uma forma que os sites que são compatíveis com smartphones sejam mostrados primeiro. Parece algo simples e até mesmo óbvio, mas o que isto tem a ver com as pequenas empresas?

Muitas empresas brasileiras não dão o valor devido ao seu site. É comum empresas com sites ativos desde 2010, ou até mesmo antes disto, e estes sites não tiveram nenhuma atualização. Pode ser que a empresa não passou por nenhuma grande mudança, nem seus produtos, nem mesmo de endereço. E com certeza, as empresas pensam que não é necessário nenhum tipo de atualização no seu site. E isto, está longe de ser verdade.

A maioria dos acessos hoje em dia a sites são feitas através de celulares. Pense em quantos celulares uma família pode possuir comparado com computadores. Normalmente, existe um ou dois computadores numa família, mas praticamente todos numa casa possuem um celular. Além disto, com a ascensão das classes C e D aliadas a planos de telefonia móvel mais acessíveis, pacotes de internet com preços baixos e smartphones de entrada (conhecidos também como celulares populares) democratizaram o acesso à internet. São famílias inteiras que não possuem acesso a computadores, somente a smartphones. Você tem um smartphone hoje e apesar de parecer algo que sempre existiu, os celulares inteligentes estão presente nas nossas vidas há menos de 8 anos. Mas seu impacto não foi percebido por todos.

linha tempo smartphones

Um estudo da Fundação Getúlio Vargas informa que hoje o Brasil tem 154 milhões de usuários de smartphones contra 152 milhões de usuários de computadores (notebooks ou computadores) e tablets. É de se esperar que a maioria das buscas sejam feitas a partir de smartphones. Este é um momento para quem tem um site possa atualizar suas informações através de um redesign do seu site ou até mesmo substituindo suas antigas páginas por um projeto mais atual e que cumpra o seu papel de trazer mais clientes para seu negócio. É também uma boa estratégia, já que quem der o primeiro passo estará na frente do concorrente que acha que seu site não é importante.

FVG 2015 smartphones x computadores

As buscas do Google favorecerão empresas com sites responsivos ou seja, sites que respondem bem seja para computadores (grandes telas) quanto smartphones (telas pequenas). Todas as informações num site responsivo são apresentadas para o cliente, mas é levado em consideração o tamanho da tela. Numa tela pequena, menus extensos, muitas informações fotos gigantes e páginas cheias de recursos não funcionam. É preciso um site responsivo para que seja identificado o tipo de acesso, e quando este acesso for através de um smartphone, o site mostre fotos que caibam numa pequena tela, apresente botões grandes no lugar de menus, texto mais enxutos e uma navegação de acordo.

A Novabox efetua este tipo de consultoria, analisando o seu site e informando o que precisa ser alterado. Em alguns casos, até mesmo sugere a troca do site para um layout mais atual e profissional. E este investimento vale muito a pena, já que o Google está dando um auxílio a empresas que pensam em seus clientes. Entre em contato com a Novabox para que possamos analisar seu site e informar se é preciso atualizá-lo. A Novabox executa esta análise gratuitamente. Basta entrar em contato com a Novabox clicando aqui.

Além do site ser responsivo, veja alguns pontos que valem a pena observar no seu site atual e que vão além da alteração da forma de busca do Google. Se tiver um ou mais destes pontos, é hora de atualizar seu site.

  • Sites com tecnologia Flash não são visíveis em dispositivos móveis (tablets e celulares);
  • Os campos de formulário para contato possuem telefones com apenas 8 dígitos, e hoje, a maioria possuem 9 dígitos.
  • As telas de computadores cresceram, ao contrário de dispositivos móveis; sites com visualização de 800 por 600 pixel não aproveitam a tela toda, empobrecendo a experiência do usuário;
  • Redes sociais são amplamente utilizadas, e os links devem constar na página. O foco é sempre trazer o usuário da rede social para sua página, e não o contrário. É um grande erro pensar que uma página do Facebook vai ter um melhor resultado para seu negócio;
  • A otimização do seu conteúdo é uma ferramenta importante para que seu site seja bem posicionado num buscador, seja através da busca orgânica quanto links patrocinados.

Quer saber um pouco mais sobre sites responsivos? Leia sobre o assunto clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *